Tendências de comunicação 2019

Tendências de comunicação 2019

Dois problemas comuns da atualidade:

  • Falta de atenção e excesso de informação – existe a fadiga da informação
  • Dados da American Marketing Association indicam que o consumidor médio dos Estados Unidos é exposto a 10 mil mensagens de marcas por dia.

“O marketing sempre colocou o consumidor no centro de tudo que fazemos”, ela explica. “Agora que eles estão hiperconectados, hiperexigentes e hiperimpacientes, colocá-los no núcleo das estratégias de marketing vai oferecer cada vez mais experiências personalizadas. E agora temos a tecnologia e o volume de dados para começar a tornar isso realidade.”

1 – conteúdo autêntico criado por usuários das marcas (indicação)

User Generated Content (UGC)

Consumidores têm 3x mais chances de considerar um conteúdo autêntico se ele for criado por um usuário em vez de uma marca.

CASE RESTAURANTE JAPONÊS “THIS IS NOT A SUSHI BAR” EM MILÃO

2 – Pesquisa por voz

Todos os dias, cerca de 3,5 bilhões de pesquisas são feitas no Google. E 1/3 delas são realizadas por comando de voz com perspectiva desse número aumentar para 50% em 2020.

3 – Micromomentos e conteúdo pra mobile

Micromomento é um termo cunhado pelo Google para definir situações específicas dentro da jornada do consumidor, em que ele busca informações na internet.

De acordo com o Google, existem 4 micromomentos:

1 – eu quero saber

2 – eu quero ir (Geolocalização)

3 – eu quero fazer (conteúdos em vídeo, faça você mesmo)

4 – eu quero comprar

Cada pessoa tem em média 150 micromomentos por dia. Com o uso crescente do mobile em 2019, essa tendência deve ser tornar ainda mais importante.

Do ponto de vista do consumidor, podemos pensar nos Micro-Momentos como necessidades instantâneas de se fazer uma busca na internet.

Os Micro-Momentos também funcionam como uma brecha de atenção da qual as empresas podem tirar proveito para conseguirem uma aproximação com o público.

Os consumidores usam as pesquisas para otimizar sua vida. Eles ficam mais confiantes e menos ansiosos. No fim das contas, toda essa pesquisa tem como objetivo criar a melhor experiência possível. “Eu pesquiso para não ter arrependimentos depois.”

4 – Adaptação e otimização para as novidades nas redes sociais

Mudanças no algoritmo do facebook, tornando o alcance das publicações mais próximas de pessoas e distantes de marcas, o IGTV do Insta são novidades para 2019. Com isso, é preciso reformular a estratégia de conteúdo com maior foco em engajar o público, o que aumenta o alcance orgânico na rede social.

5 – Marketing de conteúdo mais criativo, profundo e personalizado

Em 2019, o conteúdo de qualidade é o maior desafio para gerar leads e fechar negócios com marketing digitral. A grande diferença esse ano é que o público começa a pedir por conteúdos mais aprofundados. Nessa onda, temas focados e altamente especializados.

A tendência é que os conteúdos reconheçam dores específicas dos consumidores e ofereçam uma experiência, completa, multicanal e personalizada. Com essa estratégia, o cliente avança na jornada de compra e a chance de conversão aumenta.

Para isso, é preciso mapear a jornada de compra com mais detalhe, pesquisa, entrevistas e análise de dados são fundamentais.

Os conteúdos serão ativados em pontos específicos da jornada.

Pesquisas mostram que o critério mais importante para 86% da audiência online é a confiabilidade das informações. Para os millennials, esse número é ainda maior. Mas em que dados eles confiam?

Em primeiro lugar, são informações vindas de outros usuários. Reviews de produtos, fotos e vídeos permitem que sua marca atinja um público amplo, ofereça alta credibilidade e aumente a lealdade dos clientes. De quebra, isso ainda sai bem mais barato do que fazer conteúdo tradicional.

6 – Uso de influenciadores locais na estratégia de marketing

Mais do que nunca o marketing de influenciadores será uma tendência em 2019, mas o foco agora são os influencers de nicho, uma vez que é grande a quantidade de pessoas que estão se tornando influenciadoras. Muitas vezes, comunidades locais têm mais influência que pessoas famosas.

7 – Confirmação das lives em redes sociais e conteúdo em vídeo

Uso de conteúdo em vídeo é uma tendência para o marketing digital. 72% das empresas que começaram a usar esse formato na sua estratégia digital aumentaram taxas de conversão.

As lives têm o poder de aproximar a marca e seu público, além de fortalecer a relação entre eles. As lives são ferramentas essenciais no trabalho de branding e fidelização de clientes.

Em 2019, pela primeira vez, as pessoas vão passar mais tempo online em frente às telas de TV1. Até 2020, a média mundial de tempo gasto assistindo a vídeos online na tela grande vai chegar a 84 minutos2.

Mas, se o mercado de publicidade de televisão começa a estagnar, todo o orçamento global de produção para publicidade de vídeos online vai crescer 17% em 2019 em relação ao ano anterior. De acordo com o Yahoo, as transmissões ao vivo vão dominar todas as outras tendências de vídeo online, em termos de crescimento anual3.

8 – Afirmação do uso de chabots no atendimento ao consumidor

Esses robôs podem ajudar os clientes a comprar produtos online, reservar ingressos de cinema e mesas em restaurantes, esclarecer as dúvidas mais comuns e muitas outras funções.

Para utilizar os chatbots na sua estratégia digital, o 1° passo é decidir se usará um programa exclusivo da sua empresa ou uma das muitas opções disponíveis no mercado.

Até 2020, 85% das interações entre clientes e marcas serão entre usuários e robôs, segundo a consultoria Gartner.

Para saber mais acesse o portal: https://www.dalmass.com/

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *