Perícia criminal e o caso Henry Borel

Perícia criminal e o caso Henry Borel

Ocorreu na madrugada do dia 08 de março de 2021 na cidade do Rio de Janeiro o falecimento do garoto de apenas 04 anos, Henry Borel. O caso chocou o país e causou comoção nacional pela morte violenta de uma criança com possível envolvimento de um familiar.

A fim de auxiliar na elucidação do caso, realizou-se mais de um tipo de perícia sendo essas: perícia médica, perícia em local de crime e a perícia em informática.

Todas as mortes violentas mesmo que de causas acidentais é necessário passar pela perícia médico-legal. Segundo o laudo de necropsia, o garoto já deu entrada no hospital sem vida, apresentava múltiplos hematomas no abdômen e nos membros superiores, infiltrações hemorrágicas em algumas regiões do crânio, edemas no encéfalo, grande quantidade de sangue no abdômen (interno), trauma com contusão pulmonar entre outras lesões internas. O laudo médico ainda informa que a causa do óbito foi hemorragia interna – laceração hepática causada por uma ação contundente, ou seja, morte violenta.

Para a perícia é de suma importância que o laudo médico defina a causa jurídica da morte, neste caso, pelo laudo médico a perícia descartou causa de morte acidental devido às múltiplas lesões que são adversas de acidentes.

Além da perícia médico-legal fez-se também a perícia de local em busca de vestígios a serem analisados em torno do possível crime, mas o local já havia sido limpo pela empregada, dificultando assim a perícia inicial. Devido a este fato, fez-se reprodução simulada (popularmente conhecida como reconstituição do crime) para avaliar quaisquer possibilidades se uma queda/acidente poderia ou não causar as lesões que ocasionaram a morte do garoto.

Com objetivo de uma resolução mais assertiva do caso, ainda se fez a perícia de informática para rastrear mensagem, áudios e imagens apagadas que pudessem ajudar a compreender o que realmente aconteceu com a vítima, já que os suspeitos tentaram descartar seus aparelhos celulares.

 O caso mostra mais uma vez a necessidade de haver profissionais capacitados nas mais diversas áreas de perícia, para que seja possível uma resolução pautada na veracidade dos fatos ocorridos e na justiça.

Com mais detalhes sobre o caso, confira a live dos nossos professores da pós em Perícia, Investigação Forense e Criminal Profiling.