Passo a passo para gerar um diferencial competitivo no Empreendedorismo Contábil

Passo a passo para gerar um diferencial competitivo no Empreendedorismo Contábil

Muitos negócios iniciam com a força de vontade de seus proprietários, que, em muitos casos, não possuem conhecimentos de Gestão Empresarial, administram pela experiencia adquirida por meio de erros e acertos. 

Esses são os empresários que atravessam as dificuldades e conseguem obter sucesso. São chamados de empreendedores. Mas afinal de contas quem é o empreendedor?

Existem diversos conceitos na literatura sobre empreendedor. Um dos primeiros a elaborar um conceito foi Joseph Shumpeter, que em 1934 classificou o empreendedor como “inovador que desenvolve uma tecnologia que ainda não foi testada”

Em 1964, Peter Drucker em um texto descreveu: “o empreendedor não é ciência nem arte. É prática”. Em 2001 José Carlos de Assis Dornelas elaborou o seguinte conceito: “O empreendedor é aquele que faz as coisas acontecerem, se antecipa aos fatos e tem uma visão futura da organização”

Podemos perceber ao logo do tempo uma evolução nos conceitos, pois parte-se de um inovador para um empresário que tem uma visão do futuro da organização, inserindo nos conceitos conhecimentos da administração.

Novos conceitos sobre empreendedorismo

Atualmente temos diversos conceitos mais bem definidos para o empreendedor, entre eles estão os seguintes: 

Empreendedor informal (necessidade)

Geralmente são as pessoas que perderam a estabilidade de seu emprego e por consequência precisam de alguma forma gerar recursos para manter a família, nesse momento exploram seus conhecimentos ou hobbies para iniciar as atividades muitas vezes na informalidade.

Empreendedor cooperado

Empreendedores informais que se unem e criam uma cooperativa para ter possibilidades de ganhar em escala, negociar preços e prazos para pagamentos.

Empreendedor individual

É o empreendedor informal que constituiu sua empresa, contrata funcionários passa a administrar sua empresa com objetivos definidos de crescimento.

Empreendedorismo contábil

Na área contábil também temos empreendedores que iniciam suas atividades de uma forma pequena, muitas vezes em um espaço reservado em sua residência, passam por todas as fases dos empreendedores até tornarem-se empresários contábeis bem sucedidos. Para tanto, deve-se adicionar conceitos e práticas da administração em seus negócios.

Missão 

Uma das primeiras práticas é determinar a missão da empresa contábil, ou seja, a razão da empresa existir, o propósito maior da empresa, o que a empresa tem a oferecer para sociedade.

Visão

Desenvolvida a missão, o próximo passo é identificar a visão da empresa, que corresponde à visão de futuro e deve estar associada à prestação de serviços. Refere-se a como o empresário vê a empresa em um espaço de tempo no horizonte estratégico.

Valores

Outro importante passo é determinar os valores da empresa, que estão ligados ao comportamento dos funcionários, estabelecendo assim uma cultura organizacional.

Análise de SWOT

É necessário também utilizar uma ferramenta chamada de análise de SWOT, que identifica internamente as forças e as fraquezas que a empresa possui, externamente as ameaças que a empresa poderá sofrer e as oportunidades que os empreendedores podem visualizar no mercado. 

As variáveis internas podem e devem ser trabalhadas no intuito de gerar uma vantagem competitiva, pois o serviço contábil é elaborado segundo as técnicas da Contabilidade, que são ensinadas no momento da graduação, e, por consequência, são comuns para todos os contadores.

Planejamento Estratégico

O próximo passo a ser dado pelos empreendedores da Contabilidade é o planejamento estratégico, que consiste em estabelecer objetivos bem definidos com um tempo para ser alcançado. Exemplo: aumentar a fatia de mercado em 10%, abrir 3 filiais, entre outros.

 Geralmente os planejamentos estratégicos têm um período de 3 a 5 anos, a cada ano devem ser estabelecidas metas que serão acompanhadas periodicamente, com a finalidade de identificar possíveis erros e corrigi-los.

Gestão de pessoas

Na área contábil, é necessário criar uma equipe de trabalho comprometida, motivada e com sinergia, para que os objetivos estabelecidos sejam cumpridos. 

Via de regra uma empresa contábil possui três departamentos bem definidos: Contábil, Fiscal e Departamento Pessoal, podendo ter outros. 

Cada departamento deve ter um responsável, que será encarregado da execução dos serviços com as melhores práticas de mercado e com o cumprimento da legislação pertinente (conformidade). 

Esse gestor será também responsável pelo envio das obrigações acessórias, que hoje são em sua maioria são digitais, ao Sistema Público de Escrituração Digital – SPED.

Diferencial competitivo

Uma das possibilidades que os empreendedores têm para gerar um diferencial competitivo das atividades contábeis é elaborar a gestão financeira das empresas. 

Nós recomendamos que os serviços sejam iniciados pela gestão financeira, pois, ao analisar o fluxo de pagamentos e recebimentos das empresas, e projetar os prazos para realizar os pagamentos, de acordo com os recebimentos das vendas a prazo, podem surgir gaps (lacunas) que devemos associar ao princípio da entidade na Contabilidade. 

Dessa forma, os profissionais da contabilidade podem ter uma visão sobre os atos e fatos de seus clientes.

Captação de clientes

A captação de clientes deve ser feita de forma ética, e os empreendedores contábeis devem fornecer em seu contrato de prestação de serviços a descrição detalhada dos serviços que serão desenvolvidos. 

Para tanto, as empresas contábeis devem possuir um portifólio de serviços executados, tais como: Consultoria Financeira, Planejamento Tributário, Assessoria Contábil, Revisão de Créditos Tributários, Departamento de Pessoal, Departamento Fiscal entre outros.

Divulgação no meio digital

Atualmente, os clientes estão em todo lugar, e vão buscar informações nas redes sociais. É interessante que seu empreendimento tenha um perfil oficial, e que você gere conteúdo para sociedade. 

Nessa oportunidade, podem surgir novos clientes, por meio das redes. Há um jargão no mundo do marketing que é: quem não é visto, não é lembrado. Nos tempos de redes sociais, em que todos têm acesso na palma da mão, possuir um perfil é um diferencial.

Investimentos no negócio

A Contabilidade acompanhou a evolução da Tecnologia da Informação e, atualmente, os empresários contábeis devem fazer investimentos em infraestrutura. 

Independente do porte de sua empresa, a aquisição de computadores, rede, servidores, acesso e monitoramento de dados são extremamente importantes para o bom desenvolvimento de suas atividades.

Atualmente existem diversos sistemas ERPs votados para área contábil, que possibilitam o acesso remotamente facilitando a prestação de serviços em real time de qualquer lugar, pois a Contabilidade está em constante evolução.

Conclusão

As possibilidades de prestação de serviços contábeis são inúmeras, a Contabilidade possui um leque de serviços para microempresas, empresas de pequeno porte, empresas de médio porte e grande porte, na indústria, no comércio e nos serviços, nas atividades esportivas, no terceiro setor no governo. 

Os profissionais devem estar em constante atualização de conhecimentos, citamos algumas possibilidades para que você possa criar um diferencial competitivo em sua atividade como empreendedor contábil.

Lucilene Aguiar e Eloi Prata são profissionais reconhecidos da área Contábil e professores da DALMASS.