Oportunidades e Carreira na área Oncológica e Hospitalar para Farmacêutico

Oportunidades e Carreira na área Oncológica e Hospitalar para Farmacêutico

Para assegurar o uso racional dos medicamentos em Instituição Oncológica e Hospitalar, a implantaçãode atividades farmacêutica clínica é fundamental. O Hospital que está em busca de prestar serviço de qualidade, precisa executar ações clínicas, técnicas e administrativas, para contribuir no contexto da segurança dos pacientes. Com isso a procura por profissional especialista está em alta, principalmente após a publicação da Resolução do Conselho Federal de Farmácia (CFF) 623/2016 (que torna obrigatório o curso de especialização reconhecido pelo MEC) para que atuem principalmente na manipulação de medicamentos quimioterápicos e biológicos, no seguimento farmacoterapêutico de pacientes com câncer, na central de avaliação de prescrições, no seguimento farmacoterapêutico, na dispensação ativa de medicamentos e materiais para a saúde, na visita clínica multiprofissional, na substituição de medicamentos não padronizados, no serviço de informações sobre medicamentos, nogerenciamento dos riscos relacionados a medicamentos, na prescrição farmacêutica. Para trabalhar nessas áreas, o Profissional Farmacêutico precisa estar preparado e ter conhecimento nos assuntos que são adquiridos em curso de Pós Graduação em Farmácia Oncológica & Hospitalar. A possiblidade de um especialista se destacar no mercado de trabalho é maior quando comparado com um profissional que possui somente graduação, devido as especificidades e particularidades da área.

A atuação do farmacêutico oncológico & hospitalar beneficiará a instituição hospitalar e/ou clínica oncológica, a equipe multiprofissional e os pacientes.

– Para a instituição, um gerenciamento adequado da farmácia, permitirá maior eficiência e qualidade nos serviços prestados, contribuindo para o aumento do numero de atendimentos, redução de gastos e maior lucratividade;

– Para os profissionais de saúde, a atuação do farmacêutico, irá agregar conhecimentos sobre medicamentos, melhorando os resultados das farmacoterapias utilizadas;

– Para os pacientes, a atuação do farmacêutico, irá melhorar o uso racional dos medicamentos, favorecendo a segurança e a eficácia dos tratamentos, refletindo no aumento da qualidade de vida.

Como mencionado anteriormente, de acordo com a Resolução CFF 623/2016 em seu paragráfo1º, para o exercício de atividades na oncologia, deverá o profissional farmacêutico atender pelo menos um dos critérios, validado pelo Conselho Regional de Farmácia de sua jurisdição, entre eles o de ser egresso de programa de pós-graduação latu sensu reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) relacionado a esta área, ou seja, ser especialista para atuar nessa área é obrigatório.

Vantagens/benefícios/pontos e positivos para o farmacêutico: desenvolvimento profissional tanto no âmbito administrativo quanto clínico (carreira); integração com outros profissionais de saúde; possibilidade de atuar tanto na gestão dos medicamentos, quanto na área clínica, tais como emergência, UTI, oncologia, pronto atendimento, etc. Salário maior quando comparado com o comércio varejista (Drogaria e Farmácia). Para o farmacêutico que inicia uma carreira em um hospital, e com a experiência que o ambiente lhe trará, terá maior chance de ser contratado por empresas de maior porte, e consequentemente ter mais vantagens e benefícios!

Como uma especialização pode melhorar a remuneração de um profissional?

Em virtude das legislações do Ministério da Saúde, as exigências para as instituições hospitalares e afins, estão cada vez mais rigorosas, sendo assim, o mercado precisa de farmacêuticos especializados, capazes de desenvolverem projetos estruturados para realizarem a assistência farmacêutica com qualidade. Outra questão importante, é que os hospitais, para se manterem no mercado e prestarem serviços de excelência, estão em busca das certificações de qualidade, tais como ONA (Organização Nacional de Acreditação), JCI (Joint CommissionInternational), que contribuem para que os serviços sejam realizados de forma padronizada, trazendo grandes benefícios para todos, e nestes sistemas, é necessários farmacêuticos especialistas para ajudarem na implantação e manutenção das certificações.

Geralmente as instituições hospitalares, possuem no Departamento de Recursos Humanos, estudos sobre plano de carreiras e salários, e os profissionais que possuem especializações, são melhores remunerados.

Um farmacêutico hospitalar, dependendo da função e do porte da instituição, ganha de R$ 5.000,00 a R$ 15.000,00. Quando comparado com os farmacêuticos do comércio varejista que, ganham entre R$ 2.500,00 a R$ 3.500,00, podemos dizer que é mais vantajoso financeiramente ser especialista em Farmácia Oncológica e Hospitalar.

Prof. Vandré Mateus Lima

Mestre em Atenção Farmacêutica

Coordenador do Curso de Farmácia Oncológica & Hospitalar