Conheça os desafios de alunos que viajam até 20 horas para cursar pós-graduação na DALMASS

Conheça os desafios de alunos que viajam até 20 horas para cursar pós-graduação na DALMASS

Superação e determinação são algumas das características dos alunos da Dalmass para cursar uma pós-graduação. Muitos deles vivem em regiões com pouca infraestrutura, o que os obriga a percorrem longas distâncias, seja de barco, de carro, de ônibus de ou avião para estar em sala de aula e buscar o conhecimento.
É o caso das alunas Carla Mayara Polla e Milena Cristiane de Freitas. Moradoras de Altarima (PA), são um exemplo desse esforço que ocorre uma vez por mês.
As amigas levam de 8 a 11 horas para chegar a Santarém (PA), onde cursam a pós-graduação de Farmácia Estética da Dalmass. Para percorrer mais de 500 quilômetros, a maior parte de estrada de chão, em péssimas condições, contam com o apoio de seus maridos, que revezam na direção do veículo particular.
Carla conta que tem um filho de 7 anos e a colega Milena tem duas meninas, uma de 1 ano e 10 meses e a outra de 3 anos. Todo esforço compensa, segundo ela: “Estamos amando o curso. Está valendo muito a pena passar por tudo isso, porque os professores são excelentes!”
A previsão de encerramento da pós-graduação é para o mês de agosto. Carla lembra que, sem a ajuda e o incentivo da colega Milena, não teria conseguido vencer tantos desafios.
“Se não tivesse ela, não tinha chegado até aqui! Sempre ajudamos uma a outra. Dividimos a gasolina do carros. Intercalamos os carros e os maridos!”, brinca.
A enfermeira Kele Cristina de Oliveira, aluna da pós-graduação “Controle de Infecção, Segurança e Atenção ao Paciente”, é outro exemplo de garra e persistência. Da cidade de Redenção até a capital paraense, são cerca de 17 horas de viagem de ônibus. Percurso que ela faz acompanhada do filho Bernardo, de apenas 5 meses. O bebê sorridente é motivo de alegria para a equipe de apoio da Dalmass em Belém.
“É um pouco cansativo, mas é preciso porque ele ainda mama no peito. O pessoal de Belém é muito receptivo, tanto meus colegas, quanto a equipe da Dalmass. Sempre levo alguém comigo para me ajudar, mas o apoio da equipe faz toda a diferença. A Ana (Ana Maria, funcionária da Dalmass em Belém) é perfeita. O Bernardo é apaixonado por ela”
Kele não poupa elogios à pós-graduação que cursa na Dalmass: “O curso é excelente! Os professores são ‘super’ qualificados, sem contar na grade curricular que é ótima. Mesmo os encontros sendo mensais, como toda pós é, eles são disponíveis para os alunos e os materiais didáticos são ótimos.”
As alunas Taynara, Ana Caroline e Nayra cursam a especialização em Avaliação Psicológica na cidade de Santarém (PA). Para participar dos módulos aos fins de semana, percorrem de 6 a 8 horas de barco pelo Rio Tapajós, fazem a travessia de balsa, e, quando vão de ônibus ou de carro, enfrentam estradas intransitáveis.
Nayra afirma que todo esforço é recompensado em sala de aula, quando nossos professores entregam o melhor conteúdo e experiências que contribuem com a sua formação.
“Buscamos o investimento na área profissional. Não é fácil estar fora de casa uma vez por mês. É cansativo, todas nós trabalhamos. Mas quando a gente quer, a gente corre atrás. Independente da forma como a gente vai de ônibus, pela água, a gente dá um jeito”, afirma Nayra.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *