Atuação do farmacêutico na Oncologia

Atuação do farmacêutico na Oncologia

Uma carreira que vem ganhando cada vez mais notoriedade dentro do mercado de trabalho, é uma especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Farmácia e está registrada no Ministério do Trabalho, juntamente com outras duas áreas de atuação: a da Atenção Farmacêutica em Oncologia e a de Farmacêutico Clínico em Oncologia.

Segundo o chefe da Divisão de Ensino e coordenador do Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia do INCA, Mário Jorge Sobreira da Silva “o farmacêutico especialista em Oncologia está apto a atuar nas três áreas. A Farmácia Oncológica é voltada aos processos de gerenciamento dos medicamentos e à preparação e manipulação de medicamentos antineoplásicos. A Farmácia Clínica em Oncologia tem enfoque no seguimento farmacoterapêutico de pacientes internados, e a Atenção Farmacêutica em Oncologia destina-se ao seguimento farmacoterapêutico de pacientes em atendimento ambulatorial.”

A atuação é fundamental na equipe que presta assistência ao paciente, nos hospitais oncológicos, o farmacêutico atua em diversas frentes do processo de utilização de medicamentos.

De acordo com Dulce Couto, Farmácia Hospitalar do Hospital do Câncer I (HC I) e do Centro de Transplante de Medula Óssea (Cemo) do INCA o papel do farmacêutico é de extrema importância no preparo de antineoplásicos, e que além de entregar medicamentos dentro de um alto padrão de qualidade, também acompanham o resultado do tratamento, acompanhamento farmacoterapêutico dos pacientes ambulatoriais – aqueles que retiram o quimioterápico de uso oral na instituição e fazem uso dele em casa, fornecendo as instruções iniciais de uso da medicação e efetuar o controle e o acompanhamento contínuo do tratamento. Esse cuidado é essencial para o êxito de todo o processo. Além disso, o profissional contribui para melhorar a qualidade de vida dos pacientes, a fim de amenizar os sintomas daqueles que já estão sofrendo.

Mas para atuar na área oncológica, é preciso se especializar na oncologia e nada melhor que uma pós-graduação de qualidade para isso.