fbpx

5 dicas de como aumentar suas chances de empregabilidade no mercado

5 dicas de como aumentar suas chances de empregabilidade no mercado

Você já conhece o conceito de empregabilidade? O termo pode ser definido como a qualidade que o profissional tem em estar alinhado e sincronizado às principais exigências do mercado — que está em constante transformação.

Nos dias de hoje, contar apenas com as competências e habilidades específicas de uma área de atuação não é mais suficiente, e sobre isso não há dúvidas. As empresas buscam por candidatos versáteis, dinâmicos e que estejam preparados para lidar com as situações que possam surgir no dia a dia.

A empregabilidade é composta por 5 pilares, são eles a adequação vocacional, competência, idoneidade, saúde física, mental e espiritual, reserva financeira e relacionamentos. Se você está decidido a desenvolver esses aspectos e a estar mais preparado para o mercado, continue conosco na leitura deste post e veja como se destacar entre os muitos outros profissionais!

1. Dominar a área de atuação

As chances de empregabilidade são maiores entre aquelas pessoas que dominam a sua área de atuação. Pense conosco: a cada ano, mais e mais profissionais se formam em diferentes segmentos. Com seus diplomas em mãos, todos eles vão buscar por boas colocações no mercado. Esse pode ser, inclusive, o seu caso, não é mesmo?

É preciso entender que entre todas essas pessoas, as que se destacarão perante as empresas são aquelas mais especializadas e qualificadas. Em uma avaliação do seu currículo dentro de um processo seletivo, por exemplo, as organizações levarão em conta o quão atualizado você está em relação aos conhecimentos e ferramentas necessários para a realização do trabalho. Por isso, dominar a área de atuação é imprescindível.

2. Investir em conhecimento

Aumentar a empregabilidade tem tudo a ver com a busca contínua pelo conhecimento. Tão importante quanto conseguir um emprego é se manter sempre atualizado em relação à área e às suas tendências. Em meio às exigências do mercado, se especializar também já deixou de ser apenas um diferencial competitivo, correspondendo até mesmo a uma exigência para determinadas organizações.

Nesse contexto, o profissional que não se mostra interessado em adquirir conhecimentos, crescer e aprender mais pode acabar passando a impressão de alguém estagnado — o que, por sua vez, reduz as chances de empregabilidade. Sendo assim, aposte em suas melhores competências e potencialize-as por meio de um curso de especialização, por exemplo.

O melhor de tudo é que, frequentando um curso (sobretudo aqueles presenciais), você ainda conta com outra vantagem muito importante para o aumento da empregabilidade: as chances de networking. Entenda mais no próximo tópico!

3. Fazer networking

Quem deseja aumentar suas chances de empregabilidade e alavancar uma carreira deve compreender a importância de montar uma boa rede de contatos profissionais e, assim, abrir as portas para oportunidades. Trata-se da prática do networking, que tem como objetivo conhecer e se relacionar — inteligente e proativamente — com pessoas engajadas no mercado.

Isso é determinante para que você seja lembrado por essas conexões sempre que surgir um posto que se adeque ao seu perfil. Aqui, aquele ditado popular que diz que “quem não é visto não é lembrado” se encaixa perfeitamente.

Se você consegue criar e manter essa agenda de contatos e está em busca de uma contratação, por exemplo, as chances de que algum desses contatos se lembre de você e o indique para uma oportunidade são muito grandes. Além disso, a prática do networking também carrega outras vantagens, como a troca de conhecimentos, o intercâmbio de experiências e a possibilidade de formar parcerias de negócios de sucesso, por exemplo.

Para montar a sua rede de contatos, além de ingressar em algum curso de especialização, é interessante frequentar eventos (como workshops, feiras, encontros etc.) relacionados à sua área, já que nesses lugares estarão reunidos profissionais que poderão contribuir com a sua trajetória.

4. Aprender um novo idioma

Com o fenômeno da globalização, dominar outras línguas — sobretudo o inglês — é uma característica fundamental para ampliar a empregabilidade no mercado atual. Tenha em mente que ser fluente em um segundo idioma pode ser necessário em inúmeras situações no cotidiano empresarial, como para um bom desempenho em funções que exigem o uso de equipamentos tecnológicos e softwares e em transações de negócios, facilitando a comunicação entre representantes de diferentes países.

O profissional que domina um segundo idioma será, então, fundamental para o relacionamento com clientes, fornecedores e parceiros internacionais, permitindo que a empresa conquiste novos mercados ao redor do mundo. Por fim, há também a questão do acesso à informação, que pode ser ampliado quando o colaborador tem acesso a materiais em outra língua.

5. Desenvolver novas habilidades

Desenvolver novas habilidades é certamente uma das chaves para o aumento da empregabilidade. Isso porque elas tornam o seu perfil profissional muito mais valioso para o mercado e enriquecem o seu currículo. É também preciso ter em mente que, no cenário atual, os recrutadores estão treinados para buscar colaboradores com determinadas competências socioemocionais, além, é claro, de qualificações.

Saber trabalhar em equipe, por exemplo, é algo cada vez mais valorizado pelas empresas. Isso porque se trata de uma excelente forma de alcançar bons resultados corporativos e, ao mesmo tempo, manter os times de trabalho engajados. Outra habilidade muito buscada está relacionada à comunicação. Saber transmitir as mensagens desejadas de forma clara diminui as chances de erros no trabalho e de prejudicar o relacionamento com os demais.

Por fim, mas definitivamente não menos importantes, são também essenciais nos dias de hoje habilidades como a proatividade, a criatividade, a visão estratégica, a liderança e a capacidade de resolver conflitos e tomar decisões com agilidade.

Com o advento das novas tecnologias e de outras mudanças que vêm afetando o ambiente e o cotidiano das organizações, começou a surgir naturalmente uma necessidade de adaptação por parte dos profissionais. Como foi possível perceber, de modo a aumentar suas chances de empregabilidade, eles precisam estar devidamente preparados para suprir as demandas dos negócios e, assim, ampliar as oportunidades de contratação.

E então, gostou do tema que trouxemos neste post? Caso tenha restado alguma dúvida sobre empregabilidade ou para compartilhar experiências, não hesite em deixar abaixo o seu comentário. Vamos adorar conversar com você!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posso ajudar?